Invicta, Female/Unochapecó vence Libertadores de Futsal

Invicta, Female/Unochapecó vence Libertadores de Futsal

Sábado, 22 de julho, foi um dia histórico para as meninas do Female/Unochapecó. Elas representaram o Brasil na terceira edição da Libertadores de Futsal Feminino. Com uma campanha brilhante na primeira fase, elas avançaram em primeiro lugar no seu grupo, superaram Trujilanos e disputaram a grande decisão. O resultado final já sabemos: vitória brasileira por 4 x 2 contra as paraguaias do Sport Colonial e, por fim, Female fica com título da Copa Libertadores Futsal 2017.

A competição foi disputada no Paraguai, entre os dias 15 e 22 de julho, com 10 equipes da América do Sul. Female/Unochapecó conquistou direito de participar do campeonato após vencer a Taça Brasil de Futsal em 2016. Este é o terceiro título brasileiro na Libertadores. As outras duas edições foram vencidas pelas catarinenses do Barateiro/Brusque.

Campanha da Female na Copa Libertadores de Futsal Feminino

As brasileiras tiveram seis jogos na campanha que garantiu o título da América do Sul. Com duas goleadas nos primeiros jogos, logo elas mostraram a força e a concentração que seria a marca do time na Libertadores de Futsal.

15/07 Unochapecó/Female 8 x 0 Atlantes
16/07 Unochapecó/Female 10 x 2 Palestino

Os jogos seguintes foram mais equilibrados, mas nada que diminuísse o predomínio brasileiro na competição.

18/07 Unochapecó/Female 4 x 0 Bello Real Antioquia – USA
19/07 Unochapecó/Female 3 x 1 San Lorenzo

No total, as meninas do Female fizeram 25 gols na primeira fase, tomando apenas 3. Uma campanha muito sólida e avançaram em primeiro lugar para às semifinais da Copa Libertadores de Futsal Feminino 2017.

A fase seguinte foi contra o time venezuelano Trujilanos. Invictas a vários jogos, as adversárias apareciam como favoritas para o confronto. Aos poucos, as brasileiras foram construindo o placar e avançaram com goleada de 6 x 1 para a finalíssima da competição

Sangue frio e concentração na final

A torcida no Sport Colonial lotou o ginásio para apoiar o time na grande decisão contra as brasileiras. Mais centradas, as meninas do Female conseguiram abrir uma vantagem ainda do primeiro tempo, fazendo 2 a 0 com gols de Micheli e Giga.

Sport Cristal foi para cima e diminuiu com Paola Brítez, artilheira da Libertadores de Futsal, além de melhor jogadora do torneio. A poucos segundos do fim do primeiro tempo, Viviana Pazzinato ampliou a vantagem brasileira. Unochapecó/Female foi para o intervalo com vantagem de 3 x 1.

Sport Colonial foi para cima na etapa final e o ginásio parecia área de guerra com a torcida vibrando bastante, dando energia para as paraguaias. Brítez novamente diminuiu para as donas da casa e colocou fogo na decisão. As brasileiras administraram bem o tempo, dando um ritmo mais lento, já que o relógio estava a seu favor.

Ao Sport Colonial, a derrota significava a perda do título. Isso fez o time sufocar o Female. Mas um contra-ataque foi fatal, com as catarinenses encerrando a decisão por 4 x 2 e o título da Copa Libertadores de Futsal Feminino 2017.

Foram 34 gols marcados e apenas seis tomados na campanha vitoriosa.

Leia também:

Classificação final da Copa Libertadores de Futsal Feminino

1. Unochapecó/Female (BRA)
2. Sport Colonial (PAR)
3. Trujillanos (VEN)
4. Palestino (CHI)
5. San Lorenzo (ARG)
6. Río Negro City (URU)
7. Real Antioquia (COL)
8. Cumanda Agua Lluvia (ECU)
9. Atlantes (BOL)
10. M San Borja (PER)

Mayk Souza

Editor e redator em Menina Joga!
Jornalista e fotógrafo, com especialização em marketing digital. Amante dos esportes e apaixonado por futebol. Assisto qualquer jogo, mesmo que não seja do meu time do coração. Nordestino, apaixonado por um bom forró. Sou responsável pela cobertura de futebol e vôlei aqui no Menina Joga!

Últimos posts por Mayk Souza (exibir todos)

Deixe uma resposta